html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> "...estórias...do Fogareiro": Janeiro 2008

tocha.gif

quinta-feira, janeiro 31, 2008

Post "hard-core" ou quase...

Um wc público "á antiga" é sempre aquela aventura daquelas; se vamos "fazer a mija", convém fazê-lo á distância, tentando acertar no "órinol" e a essa mesma distância evitamos que algumas viroses "venéiras" como diz um amigo meu, "é quélas trepam pagente acima,porra e inda mais porra, é sagente tem que ir dar á calça num minturo daqueles... epá, Tavo, ê ponho um pé de cada lado em cima da sanita e fico alidassim, tipo escarranchado quase de pé... a obrar";
...dizia eu, que ir a um sítio daqueles "á antiga num aperto" é uma aventura e acaba-se por constatar que está uma mudança a acontecer...!! é que o "jornal" que é a parte interior da porta do wc tem a literatura a mudar!!
É verdade...
Antes tinhamos o simples "ca*uei aqui 12-03-92" e aquelas frases sobre os cag***ões e os "numbros de tufone" dos "pand*êros"... isto são coisas que qualquer "gajo" conhece e que eu não vou estar "aquidassim" a dizer para não dar a ideia de que passo muito tempo nas casas de banho públicas e porque agora também não me está a ocorrer mais nenhuma... ok??!!
Mas agora, os escritos já não são esses!! Agora, é tudo sobre o Benfica!! É uma nova onda que anda a invadir as casas de banho públicas! Falar mal do Benfica ou então escrever bem e depois alguém riscar a dizer mal e depois alguém riscar a dizer bem e depois alguém riscar a dizer mal e afins... mas é sobre o Benfica!! Reparem... da próxima vez que na situação de "utentes dum minturo" daqueles.
Três "á partes": primeiro, lá por eu ser do "Sportem" não levem os meus amigos benfiquistas a mal, se faz favor; segundo, se "tiverem um aperto" e der para aguentar, aguentem até chegar a uma zona de moitas ou de cepas com folhas verdinhas; terceiro, "ele" há wc's autênticos "minturos", piores que os "minturos" das galinhas; quarto, desculpem lá o palavreado menos correcto deste post, mas a vida é assim ás vezes é preciso quase tratar as coisas pelo nome e "desatabafar".
Bem hajam, pela vossa paciência ao ler este post.
[ ouvindo vinilo...Black Sabbath - "After forever" ]

Arrábida

Uma viagem ao Hospital Ortopédico do Outão... a "kodak" nas mãos... um dia de sol... os pinheiros, o sol a espelhar na água... Arrábida encanta sempre, sei lá porquê...
[ ouvindo mp3...Jorge Palma - "Encosta-te a mim" ]

"Ele" há dias

"Ele" há dias em que estou "cheio" de gente á minha volta e "ele" há dias em que estou só eu no meu mundo, com as minhas tristezas, ansiedades, desejos, sonhos... "ele" há dias em gosto de falar outros e "ele" há dias em que o silêncio é o meu melhor amigo... "ele" há dias em que sinto a liberdade de ser como sou, e dizer o que me apetece ou não dizer, de todo, nada... pensar que amanhã faço o que amanhã me apetece fazer... e hoje faço o que tenho a fazer!
"Ele" há dias em que sou guiado pelas emoções do momento, boas ou más sem pensar que magoo alguém... existir aos poucos para não sofrer mais tarde...
[ ouvindo mp3...Bee Gees - "Lonely days, lonely nights" ]

"Wild horses"

Childhood living is easy to do
The things you wanted I bought them for you
Graceless lady you know who I am
You know I cant let you slide through my hands

Wild horses couldnt drag me away
Wild, wild horses, couldnt drag me away

I watched you suffer a dull aching pain
Now you decided to show me the same
No sweeping exits or offstage lines
Could make me feel bitter or treat you unkind

Wild horses couldnt drag me away
Wild, wild horses, couldnt drag me away

I know I dreamed you a sin and a lie
I have my freedom but I dont have much time
Faith has been broken, tears must be cried
Lets do some living after we die

Wild horses couldnt drag me away
Wild, wild horses, well ride them some day

Wild horses couldnt drag me away
Wild, wild horses, well ride them some day

[ ouvindo mp3...Rolling Stones - "Wild horses" ]

quarta-feira, janeiro 30, 2008

"Descartando"

Uma pessoa morre no corredor de um hospital, depois de ter caído da maca onde alguém o deixou a sós com o seu próprio destino; entretanto, outra pessoa doente foi "despachada" num táxi, meio nú, como uma coisa que atrapalha imenso e que se deve tratar como "qualquer coisa" e acabar por voltar, ainda mais doente e morrer ali também.
Podem ter "descartado" aquele senhor do qual me recuso a pronunciar o nome, sim esse senhor que era da Saúde, dizia eu, podem-no ter "descartado" com uma substituição por uma senhora que até parece ser "porreira para mandar na coisa", mas que tem um contencioso em trânsito de justiça com o próprio Estado Português ( dizem... )...
No entanto, o mal da Saúde continua lá de "pedra e cal"...Arre...!
[ ouvindo vinilo...Janis Jpolin - "Combination of the two" ]

Olhar

Uma imagem vale por mil palavras...
E um olhar...?
[ ouvindo mp3...Kylie Minogue - "Give me just a little more time" ]

sábado, janeiro 26, 2008

Era só o que faltava... digo eu.

Um grande satélite espião norte-americano perdeu energia e poder de propulsão e pode embater na Terra em finais de Fevereiro ou em Março, informaram hoje fontes governamentais dos Estados Unidos.
Desconhece-se em que local pode ocorrer o impacto do satélite, que já não pode ser controlado. As fontes, que falaram sob condição de anonimato por se tratar de uma informação classificada, indicaram ainda que o satélite pode conter materiais perigosos.
Um satélite espião, oficialmente designado satélite de reconhecimento, é um satélite de observação da Terra ou de comunicação utilizado para fins militares ou de espionagem.
Contactado pela Associated Press, a agência que deu a informação, um porta-voz do conselho de segurança nacional dos Estados Unidos, Gordon Johndroe, declarou que "as agências governamentais adequadas estão a acompanhar a situação".
"Ao longo dos anos, vários satélites saíram de órbita e caíram sem provocar danos. Estamos a analisar quais são as alternativas para minimizar quaisquer danos que este satélite possa causar", acrescentou.
O porta-voz recusou comentar a hipótese de o satélite poder ser abatido por um míssil.
Um responsável governamental citado pela mesma agência adiantou que os principais responsáveis políticos do país e de alguns países estrangeiros estão a ser informados dos desenvolvimentos desta situação.
[ a notícia é "daquidassim" e, com tanta "trapalhice" no "astro", como dizem os mais velhos... eu sei lá se não "aterra praquí"... http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/75425c30f4849ce058e1d5.html ]
[ ouvindo vinilo...Earth,Wind and Fire _ "Mighty mighty" ]

Led Zeppelin


Sou "fan dos gajos" desde que me conheço e pronto... a última a sair "deles" é uma colectânea com o título "Mothership" e lá vem o heavy metal, o hard rock, o blues rock e o folk rock, tudo, tudinho "alidassim"...
Eles são Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e Jason Bonham ( que substitui o seu falecido pai, da banda original John Bonham )... para ouvir...sempre.
[ ouvindo em dvd - Led Zeppelin - "Song remains the same" ]

Preconceitos e estereotipos

Não quero falar de xenofobia, acho que é um lugar comum nos dias que correm falar desta questão e tecer comentários “pró” e “contra” assunto tão delicado; prefiro abordar um tema que em meu entender cada vez mais se torna mais comum, que é o facto de “ter excesso de habilitações”. Profissionalmente, nos dias que correm já são demasiadas as vezes, nas quais um licenciado seja ele de que área for ( até já a licenciatura em Enfermagem pode ser incluída nesta questão, por incrível que pareça ), dizia eu, um licenciado seja de que área for é confrontado numa entrevista de acesso a emprego ( leia-se possível emprego ) ou na avaliação curricular dessa mesma pessoa, também para emprego, com a seguinte frase: “…desculpe, mas não pretendemos pessoas com as suas habilitações literárias, elas ultrapassam o que procuramos… desculpe. Aliás nem devíamos ter recebido o seu currículo “expontâneo…”.
Na minha observação do assunto, enquanto leigo na matéria, isto é pura e simplesmente… uma nova forma de descriminação em termos de trabalho, nesta “aldeia global” na qual nos procuramos inserir.
E esta, hein...?
[ ouvindo mp3 - Led Zeppelin - "Good times bad times" ]

Escrever, sentindo

"Devaneando", chego á conclusão que... É "porreiro" um "gajo escrever umas cenas", não é? A escrita possibilita deixar onde quer que seja a minha "assinatura" e ser recordado como um parvo qualquer que tinha a mania que "escrevedor" ou ser recordado pela "malta" amiga, para além de perpetuar a minha vivência para além da vida. Proporcionar sentimentos não coincidentes com aqueles que me "aparecem" no meu dia a dia e depois permite-me ver mundos que só existem na minha mente e acabar por ter necessidade de os materializar; apesar de, ás vezes não sentir nada daquiles mundos.
Depois há os sentimentos fugazes, idílicos, desejados, sentidos.Seja na escrita ou na vida real, surgem, e escrevo. A mairia das vezes sinto-os, outras vezes nem por isso e outras ainda, não sei se os sinto ou não.
Escrever sobre algo já é senti-lo, não é?
Escrever é sempre sentir, seja o que for.
[ ouvindo mp3...Colbie Caillat - "The little things" ]

Caiu em desuso...

Caiu em desuso... porquê? OS HOMENS LEVANTAREM-SE QUANDO UMA MULHER SE VAI SENTAR À MESA. Este já requer uma capacidade "analítica refinada". O que se sucede é que este ritual é próprio de uma época em que, na sociedade ocidental, os homens se consideravam superiores às mulheres. Por isso nunca se queriam sentir inferiores a elas. Por natureza, o homem é mais alto do que a mulher. Tendo isto em conta, apenas numa situação em que a mulher está levantada e o homem sentado é que a mulher está um patamar acima, se quiserem, do homem. Para contrariar tal adversidade, os homens procuravam levantarem-se quando uma mulher se aproximava, e apenas quando ela se sentasse é que se sentavam também, ficando genuinamente contentes pelo facto de se manterem sempre a um nível superior. Este ritual foi mistificado como sendo de cortesia. A verdade é que este costume está agora como que em desuso, precisamente numa época de emancipação e igualdade da mulher perante o homem; tal factor torna este desmistificar irrefutável.
Desuso ou... ou um post sobre machismo?
[ ouvindo mp3...Dire Straits - "Lady writer" ]

segunda-feira, janeiro 07, 2008

"Taberneiros medievais"


De Vitor Matos e esposa Dina, um mail de Boas Festas...
Sempre no "top", amigo Vitor...
[ ouvindo mp3...Slade - "Merry Christmas everybody" ]

Que seja muito melhor...

Este ano de 2008...que seja muito melhor, em todos os sentidos.
Que a nossa saúde, a dos nossos e a dos nossos amigos, porque temos amigos e alguns bons amigos mesmo, seja o principal bem que nos esteja destinado.
O resto é a "luta desigual" que travamos dia a dia com uma "máquina trituradora" que nos pretende tirar tudo e mais alguma coisa...é o trabalho, é lutar por esse mesmo trabalho, é lutar contra as injustiças sociais e pessoais, é tentar amortizar aquelas dívidas que temos, é o aumento dos bens essenciais, é... é... é... é uma luta constante..."Ano Novo, vida velha..." ;
Para além destas lutas todas que continuaram com a mudança de Ano, lá temos que ir buscar mais umas "doses" de paciência para suportar tudo e mais alguma coisa.
E paciência é coisa que a mim faz imensa falta, para constatar que afinal eu estou errado no que leio, vejo e penso... é que afinal este Portugal está no bom caminho...há retoma económica, mais emprego e mais sáude...dizem "eles"...FRANCAMENTE...!!!
Cá para mim, para os meus e para os meus bons amigos eu quero e desejo é saúde e já agora, um pouco mais de paciência para lidar com...pois, com esses mesmos.
Que seja muito melhor...este Ano de 2008.
[ ouvindo mp3...Jon Bon Jovi - "Always" ]


"Blog Powered" por BLOGGER.COM

"Blog Equiped" com HERACLEUM blog & web tools ; CBOX.ws ; ClokLink ; GEOLOC ; ShinyStat ; BRAVENET.com ; METEORED.com ; Altavista BABELFISH ; TOP-REFERERS ; ASK GAMBLERS ;

"Blog Template" por Douglas Bowman

"Blog Tunning" por Octavio Serrao AKA Fogareiro

"Blog Dedicated" ao meu filho MARCOS ANDRÉ e ao meu pai "MESTRE" JOAQUIM SANTOS

"Blog also Dedicated" a restante familia e melhores amigos

SCP.gif aac1.jpg