html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> "...estórias...do Fogareiro": Março 2008

tocha.gif

terça-feira, março 18, 2008

Amigos do CAPE



Uma pequena homenagem a este grupo de amigos... a homenagem até pode ser trocada por um voto de amizade... Vivam !
[ ouvindo mp3...Queen - "Friends will be friends" ]

O Estado do sítio, versão 1.1

Os "senhores que estão alidassim" sentados porque a esmagadora maioria dos portugueses que foram votar, colocaram a cruzinha no quadradinho em frente à sigla do partido do poder, eu não votei nos senhores mas também não é por isso que estou descontente (estou descontente sim, por toda uma série de "asneirame", de devassa da nossa vida e de prepotência descarada)... para mim até um primeiro ministro com a quarta classe "tirada à noite" serve, poderá não ter habilitações mas se governar bem, estou com ele... ah e sobretudo exige-se que os políticos sejam honestos com o povo, só se pode exigir que se cumpra, quando existe honestidade governamental (por favor, não me falam em "deficits" e coisas assim, falam-me antes porque é que "carga de água" a moralização não começa por cima, baixando os salários principescos de governantes e assessores e assessores de assessores e etc e tal), porém... um belo dia entre tantos afazeres, mesmo depois de terem "marginalizado" os fumadores "à pala" da saúde, viraram-se para os cidadãos, novos e velhos, que usam piercings na língua, nos mamilos, nas orelhas, no nariz, no umbigo e nas "partes baixas".
O grupo de "senhores que estão alidassim" vai mais longe e quer proibir os menores de 18 anos de tais práticas nocivas, incluindo as perigosas tatuagens no corpo, mesmo se tiverem autorização dos pais, que no entender dos "senhores que estão alidassim" são uma corja de uns irresponsáveis sem tino nem vergonha, nem pudor sequer.
Ok, percebi a razão de mais uma proibição em Portugal... é a saúde da "malta" que está em causa e como somos todos uns "tótós" analfabetos, "toca" a inventar mais esta.
Chamem-me o que quiserem por assinar por baixo esta espécie de teoria da conspiração, qual Mel Gibson no filme do mesmo nome, mas a verdae é que não tenho piercing nenhum em lado nenhum, nem sequer tenho uma tatuagem a dizer "Amor de Mãe", feita nos tempos de tropa... agora o que estou é do lado de quem quer fazer o que bem entender com o seu corpo, seguindo como se segue nas boas casas da especialidade, as regras de higienização ao máximo da sua vertente.
Ou então esta proibição a "ter pernas para andar" é sómente mais um dos muitos métodos castrativos com que estamos a ser "brindados" constantemente...?
Moralização da sociedade portuguesa...? Não, não, não é moralização da sociedade portuguesa, é tudo a bem da saúde, dizem "os senhores que estão alidassim".
[ ouvindo mp3...Led Zeppelin - "Heartbreaker" ]

O Estado do sítio, versão 1.0

A senhora Ana Paula Vitorino, secretária de Estado dos Transportes vai até ao Porto e discursando na cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP), quiça empolgada por esse mesmo discurso diz "às páginas tantas" que as empresas de transportes rodoviários pesados de passageiros vão beneficiar de um preço profissional de gasóleo para as suas viaturas, mais barato (por via da redução do imposto), por forma a assegurar a sua viabilidade económica, ameaçada pelo constante aumento do preço dos combustíveis e uma vez que os preços dos bilhetes deste tipo de transportes são tabelados administrativamente pelos "senhores governantes".
Mais adianta a dita senhora que os transportes de mercadorias e os táxis não serão abrangidos pela medida, assim como adianta que tomada que está a decisão política, caberá agora encontrar a solução técnica, na procura da qual vai participar também a secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais e a própria ANTROP !!! ...assim mesmo.
Na parte que me toca, enquanto parte integrante da frota nacional dos "tais táxis" só posso dizer que acaba de ser ou vai ser consumada mais uma descriminação para com o meu sector; também me espanta que até ao momento nem a Associação Nacional de Transportes em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) nem a Federação Nacional dos Táxis (FNT), tenham tido uma tomada de posição real e sem "rodeios" para com o que se irá passar, é que quase dois terços das despesas num táxi vai precisamente para combustíveis.
Será que só os transportes colectivos têm que ver a sua viabilidade económica assegurada...?
E nós, taxistas...?
Será que a senhora secretária se esqueceu que os mesmos "senhores governantes" que tabelam administrativamente os preços dos colectivos, são os mesmos, exactamente os mesmos que também tabelam administrativamente os preços dos táxis e que nos obrigam a uma aferição anual do taxímetro com o valor máximo de 150€...?
"Filhos e enteados" ou melhor ainda o que atrás escrevi, pura e simplesmente descriminação para com a classe.
O Estado do sítio e pronto.
[ ouvindo mp3...Led Zeppelin - "Communication breakdown" ]

sábado, março 15, 2008

Recordando "BONANZA"

Só para "cotas"...alguém recorda o genérico da série "BONANZA"?

(imagem em http://www.bonanza1.com/photos/) com Michael Landon "Little Joe Cartwright", Lorne Greene "Ben Cartwright", Dan Blocker "Hoss Cartwright" e Pernell Roberts "Adam Cartwright"... alguém recorda?
[ ouvindo mp3...Jay Livingston/Ray Evans - "The Ponderosa Theme" ]

sexta-feira, março 14, 2008

A inclusão do deficiente na sociedade Portuguesa

Em 1997 uma Lei do Estado Português obrigava a que fossem gradualmente eliminadas as barreiras arquitectónicas que dificultam a circulação do cidadão portador de deficiência Estamos em 2008 e o que se fez nada ou muito pouco como se viu recentemente quando na residência oficial do Primeiro-ministro os atletas Para-Olímpicos sentiram as agruras das barreiras arquitectónicas, senhores isto é vergonhoso.
A lei que rege a deficiência é uma treta, além disso vive muito do compadrio e da corrupção como tudo nesta terra de indigentes cerebrais, se conhecer a junta médica consegue mais uns pontitos para o grau de deficiência, se não conhece ninguém aplica-se a Lei draconiana à qual não se foge um milímetro, para quando uma Lei semelhante à de países mais desenvolvidos como Espanha, França, Alemanha, quem sabe talvez nunca.
Depois as pensões atribuídas por este Estado aos deficientes são um insulto a que muitos têm de se sujeitar pois é o único provento que infelizmente lhes garante uma sobrevivência quantas vezes, amargurada e solitária, veja-se o caso do casal de Olhão forçado ao divórcio para poder subsistir e para que o homem que é deficiente possa continuar a receber pensão de invalidez, absurdo, triste e vergonhoso, ainda para mais com um governo tão preocupado com a família.
Por todo lado se encontram serviços públicos sem rampas de acesso, Multibanco só para quem é “normal”, passeios altos e cheios de carros estacionados, toda a espécie de engulhos a entulhar as ruas e a dificultar não só os deficientes mas os carrinhos de criança, os idosos, um nunca mais acabar de estultice, uma parvoeira completa.
Ser deficiente em Portugal é ter vergonha de um país que atraiçoa e despreza quem teve o azar de nascer diferente, é ter vergonha de concidadãos que a cada passo desrespeitam e esquecem quer os outros os que são diferentes merecem viver, como uma instituição famosa que conheço que quando a Televisão lá comemorou o dia do deficiente mandou os deficientes mais profundos passear com as auxiliares para o jardim, talvez para não chocar os senhores ministros. Isto é vergonhoso senão triste, tal como a inclusão que é só uma fachada para encher os bolsos de dinheiro com projectos mirabolantes.
Ser deficiente em Portugal é ter vergonha de o ser, não deficiente mas de Portugal.
[ ouvindo mp3...Deep Purple - "Smoking in the water" ]

Parar para respirar

Às vezes é preciso parar para respirar um pouco. Foi isso que fiz durante cerca de mês e meio, não escrevendo nada "aquidassim" e a verdade é que às "páginas tantas" comecei a sentir saudades disto, leia-se saudades de escrever. A coisa continua em tons de preto, com um acumular de situações de difícil resolução, para mim e para muitos outros, com um acumular de protestos visando sem apelo nem agravo o Governo Português, com o petróleo a subir de preço e os combustíveis em Portugal a subirem também para que o nosso "bom" Governo cumpra o "pacto" de estabilidade e crescimento... ah... esquecia-me dos aumentos de tudo e mais alguma coisa... até o aumento do desemprego, mas que Diabo, somos um País em franco desenvolvimento "regido" por gente sábia e de bem, enfim... coisas de Portugal.
Por isso às vezes é preciso parar para respirar... e voltar a escrever, como voltei de tantas outras vezes em que parei para respirar.
As minhas desculpas aos meus amigos, alguns deles leitores assíduos destas "patacoadas" e alguns deles confidentes e "confessantes" dos mesmos medos e angústias que eu.
Hoje um abraço especial e merecido para o meu amigo e leitor nº 1 da Barrosa... o "Lois" Teixeira... e outro para o meu compadre Lúcio, o "tertuliano-mor"... e outro para o meu amigo Amorim, o meu leitor nº1 de Santa Justa (já sabes em quem voto nas próximas, caro Amorim), aquele abraço "praidassim" e vamos esperar que a nossa luta do dia a dia não seja em vão.
[ ouvindo mp3...Queen - "Friends will be friends" ]


"Blog Powered" por BLOGGER.COM

"Blog Equiped" com HERACLEUM blog & web tools ; CBOX.ws ; ClokLink ; GEOLOC ; ShinyStat ; BRAVENET.com ; METEORED.com ; Altavista BABELFISH ; TOP-REFERERS ; ASK GAMBLERS ;

"Blog Template" por Douglas Bowman

"Blog Tunning" por Octavio Serrao AKA Fogareiro

"Blog Dedicated" ao meu filho MARCOS ANDRÉ e ao meu pai "MESTRE" JOAQUIM SANTOS

"Blog also Dedicated" a restante familia e melhores amigos

SCP.gif aac1.jpg